Gestão de Mudanças: o que é e como começar a usar em seu negócio

Gestão de Mudanças: o que é e como começar a usar em seu negócio

Uma das principais habilidades necessárias para uma empresa de sucesso é estar pronta para a inovação e se adaptar bem às mudanças. Aquelas que não tem essa capacidade de adaptação, não estão destinadas ao sucesso no mercado.

Temos um mercado dinâmico e arrojado, onde se está sempre sujeito às mais diversas transformações do ponto de vista mercadológico, jurídico, social, econômico, político, etc.

Deste modo, as empresas que se destacam neste cenário são aquelas que possuem a habilidade de lidar de forma prática e eficiente com esse dinamismo, obtendo o máximo de vantagem possível da situação.

Onde uma boa gestão de mudanças permite o crescimento da empresa, sem que seja barrado por uma estrutura tradicional que é rígida demais para permitir que mudanças e inovações alterem seus produtos, processos e o próprio negócio.

Portanto, essa publicação é justamente para esclarecer como a gestão de mudanças dentro das organizações é uma cultura importante, os principais benefícios dessa prática, e como implementar no seu negócio.

O que é gestão de mudanças

A gestão de mudanças se trata da aplicação de um conjunto de práticas e estratégias que têm como objetivo promover uma transição e uma adaptação mais saudável e menos brusca e traumática para a empresa e seus colaboradores. Evitando assim, choques que possam causar problemas para a sustentabilidade da empresa.

Podemos definir como um processo em que os gestores procurem vivenciar as transformações, juntamente com suas equipes, extraindo delas o máximo de oportunidades possíveis.

Essa metodologia prepara e guia a empresa durante as transformações que estão ocorrendo.

Sua função é dar aos gestores e colaboradores as condições necessárias para se adaptarem às mudanças sem muitas dificuldades ou resistência.

Qual é a importância da gestão de mudanças

O principal objetivo da gestão de mudanças é aumentar a probabilidade de sucesso dos projetos de mudanças nas organizações, reduzindo o impacto dos projetos e aumentando o retorno sobre o investimento feito.

Como a mudança que estamos falando visa a melhora da empresa, irá alterar sua forma de trabalho para torná-lo mais eficiente. Seu impacto se dará, principalmente, nos aspectos:

Todos os processos irão afetar ao menos um desses aspectos, em menor ou maior grau, onde a mudança se dá como uma reação a problemas ou oportunidades específicas que a organização se encontra, com base em estímulos internos ou externos.

Além de gerenciar a mudança em si, se deve gerenciar como ela afeta os indivíduos envolvidos. Preparando uma transição suave para cada um deles, caso contrário, se terá uma maior resistência à mudança, assim atrapalhando o processo e a empresa como um todo.

Como começar a usar em seu negócio

A execução de uma boa gestão de mudanças passa por 7 passos simples. Vamos agora tratar de cada um deles e como influenciam no resultado final.

  1. Identifique a mudança

Já que as mudanças acontecem com o intuito de melhorar um processo, produto ou resultado, precisamos identificar o seu foco e suas metas.

Inclusos nesse tópico estão a identificação de recursos e pessoas que irão facilitar o processo e liderar nesse processo de mudança.

Essa atenção irá criar uma fundação mais sólida para a implementação mais fácil e concreta da mudança.

  1. Compartilhe com os colaboradores

Para que se tenha uma maior certeza de efetividade, é importante que se apresente a todos os membros da empresa.

Esse compartilhamento irá permitir que todos os estejam a par do processo, como também contribuir com uma visão mais plural já que cada um terá diferentes expectativas e experiências.

  1. Planeje como será feita a mudanças

Após unir todos na mesma página, deve-se dar início ao planejamento. A construção desse itinerário, que irá identificar o início, a rota que se deverá tomar, e o destino a se alcançar.

Nesse passo também se faz a integração dos recursos a serem aprimorados, o escopo ou objetivos e os custos.

É importante que o planejamento prepare um processo dividido em várias etapas, e não apenas uma mudança brusca. Para isto, o projeto deve ser feito com etapas claras com metas mensuráveis, incentivos e análises. 

  1. Reúna recursos e dados para avaliação

Para se montar um planejamento de qualidade, é necessário a identificação e financiamento de recursos.

Pode-se incluir infraestrutura, equipamento e sistemas de software, mas não se pode deixar de lado as ferramentas necessárias para a educação, retenção e reconsideração de prioridades de práticas.

  1. Comunique-se

Como em todos os processos, a comunicação é de extrema importância, e para a gestão de mudanças não é diferente.

Todos os passos dependem intimamente da comunicação para terem um bom desempenho.

O que dará ao processo uma boa transparência e irá elaborar uma estrutura de comunicação de via dupla, fornecendo canais para desabafar frustrações, celebrar o que está funcionando e corrigir o que não está tendo um desempenho tão bom quanto o esperado.

  1. Identifique as resistências, dependências e riscos para o orçamento

A resistência é um fator muito comum na gestão de mudanças, no entanto ela pode ameaçar o sucesso do projeto. Em sua maioria, a resistência se dá pelo simples medo do novo e do desconhecido

Também pode ser causada por haverem riscos envolvidos na mudança, sejam eles de ROI, ou riscos inerentes a alocação de recursos em um projeto novo.

Para contornar essa resistência, a gestão de mudanças deve dar aos líderes ferramentas para lidar com isso e tenha um ciclo mais suave durante a mudança.

  1. Revise os processos

Após todos esses passos, sendo este um processo por vezes difícil e doloroso, tem-se uma mudança feita de forma efetiva e de concreta.

Contudo, a mudança é um processo contínuo e as estratégias de gestão de mudanças são comumente ajustadas durante a sua execução.

Essa consciência de revisar os métodos e estratégias utilizadas deve ser integrada e incentivada para que se identifique e remova possíveis bloqueios. 

É importante que se comemore cada meta batida deste passo a passo, pois isso irá incentivar a adesão dos colaboradores a aqueles novos processos. Além de instigar os colaboradores nas futuras mudanças.

Conclusão

Temos a gestão de mudanças como uma importante parte das empresas atuais, onde mudanças são constantes e devem ser feitas o mais rápido possível. Gerando mudanças muito mais facilmente integráveis com a empresa e os colaboradores.

Posts relacionados


PT

Conheça o top 10 do desafio Órama

Seguindo o formato dos últimos hackas, o Mega Hack 5.0 também ocorreu de maneira 100% on-line. Mas isso não foi uma barrei...

PT

Confira o TOP 10 do Mercado Pago!

E chegamos ao fim de mais um Mega Hack: a quinta edição de 2020, o último do ano. Tão grande, que não é à toa que ganhou o...

PT

Conheça o TOP 8 do UBER

No Mega Hack, você tem a chance de mostrar a si mesmo que todo o seu potencial, quando bem trabalhado, pode ser convertido...

PT

Conheça o top 05 do desafio Velt

Mais uma edição de sucesso do Mega Hack, e melhor de tudo, assim como nas edições anteriores, a realização se deu de forma...

PT

CONHEÇA O TOP 10 DO DESAFIO LINKER

Uma maratona on-line com oito desafios. De um lado, empresas desafiantes. Do outro, times formados por uma galera empolgad...

PT

Conheça o top 6 do desafio Renner

O Mega Hack tem como principal objetivo fortalecer os laços de uma comunidade de tecnologia apaixonada por novos desafios....