MEGA HACK WOMEN: CONHEÇA O TOP 10 DO DESAFIO MCTIC

MEGA HACK WOMEN: CONHEÇA O TOP 10 DO DESAFIO MCTIC

Embora o universo tecnológico seja predominantemente dominado por homens, isso não significa que o gênero feminino esteja, em sua maioria, incapacitado para lidar com luzinhas de LED e códigos complicados.

Apenas significa que mulheres ouviram tantos “nãos” ao longo da história, que simplesmente foram colocadas no porão de sua genialidade. E não estamos nos referindo a Hedy Lamarr, a musa de Hollywood que virou gênia da tecnologia. Estamos nos referindo à plena capacidade mental que cada mulher tem dentro de si para revolucionar a área tech.

E o Mega Hack Women nasceu para trazer à tona o potencial feminino para mostrar representatividade em eventos dominados em sua maioria por homens. Mais que isso, para produzir projetos com extrema relevância para a sociedade, a partir de mão de obra física e mental 100% feminina.

O DESAFIO MCTIC

Em razão de suas atribuições de análise do ecossistema empreendedor nacional, o MCTIC diagnosticou que as startups são usualmente fundadas e geridas por homens, bem como a mão de obra empregada, que também é majoritariamente masculina.

Com esse panorama, o Ministério decidiu por envidar esforços em favor de ações para incentivo às empreendedoras de base tecnológica; por consequência, espera-se alcançar maior representatividade, competição e diversidade no ambiente de inovação nacional. Como as mulheres podem empreender no mercado de tecnologia?

CONFIRA O TOP 10 DO DESAFIO

1 | Impulsa Lab

Sabendo-se que 74% das startups brasileiras são compostas por homens em sua maioria, pode-se observar uma grande disparidade de gênero nos espaços tecnológicos. Questionando  como as mulheres podem empreender no mercado da tecnologia, o MCTIC respondeu criando a Impulsa Lab, uma plataforma que visa unir empreendedorismo feminino e tecnologia. Nesse ambiente, mulheres trocam experiências, disponibilizam seus currículos e compartilham seus projetos. Além disso, empresas que possuem interesse em impulsionar os negócios, divulgar vagas de emprego e contribuir para a igualdade de gêneros no setor tecnológico, também se encontram na plataforma. Criada com o objetivo de concentrar mulheres inovadoras a fim de favorecer a inserção no mercado, de forma que facilite a concretização de suas ideias no universo tecnológico, bem como de atingir a equidade de gênero, a diversidade e a competitividade justa nesses espaços.

2 | Bora, Mana

Uma PaaS que conecta jovens mães de baixa renda ao seu sonho de ter um negócio próprio, sendo a ponte entre elas e cursos de tecnologia, patrocínio financeiro, microcrédito com baixos juros, e ainda uma rede toda de mulheres mães, para que juntas possam empreender e apresentar seus projetos a parceiros investidores! As empresas colaboradoras com o Bora, Mana oferece ainda o selo “Women Tech”, que demonstra o compromisso das instituições com a presença feminina no setor de tecnologia. Bora, Mana. Porque a tecnologia é para todas.

3 | InvestNelas

O InvestNelas é um aplicativo que conecta empreendedoras com possíveis investidores. Na plataforma, a usuária passará por uma análise, detalhando seu negócio, gerando uma proposta, que será avaliada e, se necessário, guiada a uma trilha de conhecimento, capacitando mulheres no âmbito profissional e pessoal. Após alinhada, a usuária estará pronta para apresentar seu pitch e buscar por investidores. Assim, aquele que se interessar por algum projeto, poderá financiar a ideia. Com o diferencial de ser um ambiente de conexão empreendedora-investidor, fornecendo uma capacitação especializada.

4 | Mulhere-se

Cinco mulheres que amam tecnologia com o intuito de ajudar outras mulheres a superarem os dilemas femininos e vencer as lutas para empreender no mercado da tecnologia, de forma que seja uma conexão entre a área acadêmica, indústria e governo. Uma plataforma que vai proporcionar às mulheres uma experiência inesquecível. Uma verdadeira jornada rumo ao empoderamento para criação do seu negócio na tecnologia. Vem com a gente e empodere-se, profissionalize-se, divulgue-se, cuide-se e oriente-se.

5 | Dona

Donna, um app que conecta mulheres com mentalidade empreendedora com  aquelas que estão apenas começando a jornada, aquelas que tropeçam ao longo da estrada e aquelas que cruzaram a linha de chegada e querem continuar. Além de fazer networking, as mulheres terão a oportunidade de filtrar a busca de acordo com as necessidades dela com o objetivo de encontrar outras mulheres e juntas formarem um time. Há um fórum para que as mulheres possam se comunicar e tirar possíveis dúvidas sobre assuntos voltados para o empreendedorismo.

6 | Ninas

Ninas é uma rede social destinada a jovens e adultas que se identificam com o gênero feminino e têm como objetivo empreender na área da tecnologia. Visto que por diversos motivos o índice de mulheres nesse meio é escasso, a Ninas surgiu para revolucionar o mercado empreendedor tecnológico, ajudando mulheres desde a geração de uma ideia inovadora até a busca de investidores. A plataforma concede acesso a artigos, livros, cursos e palestras sobre o mundo da tecnologia e do empreendedorismo de forma simples e didática, além de estabelecer conexões entre profissionais, projetos e investidores. Acreditando na mudança, na revolução e em nós, mulheres! “Que comece o matriarcado!”

7 | Dendê

Uma aplicação intuitiva que centraliza várias ferramentas para simplificar o dia a dia da mulher microempreendedora do setor alimentício.

8 | Arretadas – startup 100% das manas

Com o desafio apresentado pelo MCTIC, pensa-se no quão a representação feminina, especificamente no ambiente das empresas startups, ainda é reduzida, em que homens representam 74% da força de trabalho nas startups brasileiras. Em particular, as mulheres têm menor participação em posições de liderança e atraem menos recursos de Venture Capital (VC) para financiarem o crescimento de seus negócios. A proposta é de colocar as iniciativas de empreendedorismo feminino em evidência com uma plataforma para startups com 100% do time formado por mulheres, no qual elas terão como benefícios a visibilidade, um meio para vender, divulgar e transmitir seus eventos, além de compartilhar conhecimento e formação para meninas negras do ensino médio da rede pública de ensino. E assim nasce o ARRETADAS.

9 | ADA – Atitude, Desenvolvimento e Agilidade

A ADA é uma aplicação para conectar mulheres que queiram tirar o seu projeto do papel a empresas/pessoas que possam contribuir para isso. Essa contribuição pode ser feita de forma financeira, por meio de aceleradoras, de mentoria por empresárias(os), cursos sobre empreendedorismo fornecido por empresas etc. Para isso, o Time 17 precisou conversar com mulheres que estavam na universidade, aceleradoras lideradas por mulheres, coordenadores de instituições de Ensino Superior e empresas para validar a ideia e sua importância para todos os segmentos que terão interação na plataforma. Sendo assim, o principal canal para encontrar as mulheres do segmento da plataforma é através das parcerias com as instituições de Ensino Superior (como a parceria pré-fechada com o Centro Universitário Tiradentes) para que eles indiquem e fomentem o uso da ADA pelas mulheres. Além disso, é de extrema importância o conhecimento e apoio do MCTIC para trilhar as melhores estratégias de melhorias e impacto na vida das mulheres, no desenvolvimento de novas tecnologias e inovação, além do fomento ao crescimento da economia local.

10 | Conectadas

A Conectadas vem para dar o apoio e material para a mulher que está querendo se inserir no mercado de tecnologia. A partir do networking com outras mulheres na aplicação, material de estudo e divulgação de vagas, queremos ampliar a inserção da mulher e gerar mais oportunidades e apoio para ela.

Posts relacionados


PT

Conheça o top 8 do desafio InovAtiva

Encerrando o ano, o Mega Hack 5.0 foi além de quaisquer expectativas. Só quem participou dessa ou das edições anteriores c...

PT

Conheça o top 9 do desafio CPFL

O último Mega Hack do ano contou com oito desafiantes. Entre eles, a CPFL reuniu nove equipes com ótimas ideias que batalh...

PT

Confira o Top 8 do Mega Hack 5.0!

Ufa! 11 meses se passaram, e conseguimos concluir cinco edições do Mega Hack! Durante o ano, só nos Mega Hacks, unimos mai...

PT

Employer Branding: como criar uma estratégia fo...

O employer branding age diretamente na imagem que a empresa passa para a sociedade influenciando diretamente em suas venda...

PT

Finalistas Mega Hack 5.0

Estamos chegando ao final da quinta e última edição de 2020 do Mega Hack. Mas calma, que agora vocês ainda irão conferir q...

PT

Como usar a Gestão da Inovação e manter sua emp...

Uma das principais características que todas as grandes empresas têm é a habilidade de inovação. No entanto, a inovação nã...