COMMUNITY DAY: O QUE UMA STARTUP DEVE TER PARA ALCANÇAR O SUCESSO?

COMMUNITY DAY: O QUE UMA STARTUP DEVE TER PARA ALCANÇAR O SUCESSO?

Se o Community Day é a cara da inovação, nada melhor do que trazer para discussão em uma de nossas lives, no dia 6 de junho, o tema “O que uma startup deve ter!”. Apesar de a palestra ter sido dada pelo nosso convidado pela primeira vez, quem estava assistindo, absorveu muito conteúdo e realizou muitas trocas de conhecimento com os colegas e o próprio palestrante.

Ter a oportunidade de palestrar pela primeira vez para o mundo inteiro assistir através da telinha é uma sensação única de poder finalmente transmitir aquele conhecimento que o convidado adquiriu durante tantos anos e guardava para si mesmo. Para aqueles que assistiram, foi a oportunidade única de adquirir um conhecimento exclusivo que pode fazer muita diferença na sua vida profissional algum dia.

Essa foi a 5ª de 11 palestras no sábado, e todas contaram com conteúdos cheios de dicas, novos aprendizados e muita inovação. Tudo aquilo que estimula sua capacidade de criação esteve presente.

INTRODUÇÃO À 5ª PALESTRA DO DIA

Bruno Seabra Carneiro é bacharel em Ciência da Computação, empreendedor e “startupeiro”, mas também trabalhou como desenvolvedor de software em algumas startups. Além disso, gosta de participar de projetos de pesquisa e desenvolvimento envolvendo áreas como Software, Jogos, Banco de dados, Startups, Desenvolvimento Web e Android.

A afinidade do nosso convidado com hackathons também é bem notável: só no ano passado, participou de um hackathon da NASA e, pela segunda vez, do Global Legal HACKATHON (da área de Direito).

No Community Day deste ano, Bruno irá nos contar um pouco sobre o que uma startup precisa ter em termos de recursos humanos e tecnológicos para possuir um funcionamento considerado ideal.

O QUE UMA STARTUP DEVE TER

Saiba, a seguir, alguns itens que toda startup deve ter para um funcionamento considerado pleno e ideal:

1. Toda e qualquer startup precisa ter pessoas atuando nela. Desde o desenvolvedor front-end até o designer. Sem uma ação conjunta, a nova empresa não tem a menor chance de funcionar em sua integridade.

2. Toda startup tem mentores, pois elas precisam fazer reuniões. A startup precisa de clientes. Nos eventos voltados para a área, como o Startup Weekend, os mentores aprendem da pior forma o que uma startup precisa ter.

3. Toda startup necessita ter um site. Feito em HTML 5, com logotipo, título e descrição, pelo menos.

4. Toda startup deve ter redes sociais. Segundo pesquisas, Instagram e Facebook detêm 80% dos usuários de redes sociais. Twitter: 75%, YouTube: 55% e LinkedIn: 50%.

MAS ANTES… COMO SE ABRE UMA STARTUP?

As startups são empreendimentos inovadores voltados para o crescimento rápido. Descubra os passos necessários para se abrir uma startup:

  • Antes de tudo, é preciso ter uma ideia inovadora para transformar em realidade. Essa é a premissa básica de uma empresa desse tipo. Mas essa ideia também precisa ser escalável, ou seja, ter grande potencial de crescimento.
  • O futuro empreendedor precisa estudar. Não apenas formalmente, mas estudar sobre seu produto ou serviço, conhecer o mercado e as oportunidades. Conheça o máximo de pessoas possível, marque cafés e participe de eventos.
  • Após definir o conceito, montar o plano de negócios, estudar e se informar, exite mais um passo a ser dado: a validação. Deve ser feita antes da implementação da ideia e irá dizer se ela é viável ou não. Aposte no MVP, criando uma versão mais simples do produto ou negócio que pode ser lançada com uma quantidade mínima de esforço.
  • O empreendedor precisa saber que, além de realizar boas escolhas de sócios, essa relação precisa ser formalizada.
  • Começar qualquer negócio informal, deve ser descartado pelo empreendedor. Se o processo de formalização não for feito, há diversas consequências, no âmbito jurídico e financeiro.

  • É interessante ao empreendedor buscar uma equipe com habilidades complementares e preferir pessoas confiáveis, que ele já saiba que realizam um bom trabalho.

Este ano, o Community Day foi um pouco diferente: dessa vez, pessoas não prestigiaram as palestras presencialmente, mas acompanharam os palestrantes através de uma tela e uma conexão on-line. Isso atrapalhou o desenvolvimento do evento? Muito pelo contrário. Pessoas do País inteiro e algumas fora do Brasil conseguiram participar do Community graças ao seu novo formato on-line!

E claro, estamos extremamente satisfeitos por sermos a ponte que conecta a oportunidade e quem agarra a oportunidade, transformando informação em conhecimento e experiência compartilhada.

Já esperamos pela oportunidade de estarmos juntos novamente. Nos vemos na próxima edição do Community Day, certo?

Confira a palestra completa em: https://youtu.be/kYT66-AnYto

Posts relacionados


MEGA HACK 3.0: CONHEÇA O TOP 3 DO DESAFIO MERCA...

Entre todos os hackathons realizados no País, o Mega Hack é, sem dúvidas, o maior entre todos eles. Não é à toa que ganhou...

MEGA HACK 3.0: CONHEÇA O TOP 3 DO DESAFIO SEBRA...

Mais do que ter a oportunidade de aprender, conhecer novas pessoas e testar novas ideias, no Mega Hack, você possui a chan...

COMMUNITY DAY: DIVERSIDADE EM HACKATHONS. POR Q...

Tão importante quanto discutir a respeito dos conteúdos abordados nos hackathons, é discutir a respeito da diversidade de ...

MEGA HACK 3.0: CONHEÇA O TOP 3 DO DESAFIO AMBEV

Para aqueles que não sabem, o Mega Hack é conhecido como o Everest dos hackathons.E se alcançar o ponto mais alto da verda...

MEGA HACK 3.0: CONHEÇA O TOP 3 DO DESAFIO ÁRVOR...

Mega Hack: como o próprio nome já diz, esse não é apenas um hackathon, mas uma maratona de programação que vai além de qua...

SAIBA QUEM SÃO OS SETE FINALISTAS DA 3ª EDIÇÃO ...

Para muita gente, o sete costuma ser um número da sorte. Se ele é para você, nós não sabemos, mas para os sete times que c...